A JNJ equatoriana reuniu milhares de jovens em adoração

Cubanos se preparam para a JMJ Panamá 2019 com a maior delegação de sua história
setembro 3, 2018
Jovens animados para viver o terceiro dia no Panamá!
setembro 4, 2018

A JNJ equatoriana reuniu milhares de jovens em adoração

Mais de 8.500 jovens equatorianos participaram na V Jornada Nacional da Juventude (JNJ), que se realizou do dia 3 ao dia 5 de agosto em Quito no Equador. Este evento, organizado pela pastoral juvenil, um departamento dependente da Conferência Episcopal Equatoriana, se realiza a cada três anos com o intuito de reunir os jovens em espaços de adoração, missa, evangelização e catequese.
Quatro meses antes da JNJ, em abril, os organizadores abriram as inscrições ao público. Os interessados se candidataram por jurisdição ou de maneira pessoal. A partir daí os jovens organizaram diversas iniciativas com o fim de arrecadar os recursos necessários para permanecer na capital durante o fim de semana do evento.
Os peregrinos chegaram a Quito logo depois do meio-dia da sexta-feira 3 de agosto, na tarde se realizou a inauguração do evento em um parque situado no norte da capital equatoriana; no dia seguinte as principais igrejas da cidade se transformaram em espaços de catequese dirigidas por autoridades eclesiásticas. Por exemplo, Dom Andrés Carrascosa, Núncio Apostólico no Equador, esteve na Paróquia Perpétuo Socorro, convivendo com os fiéis.
Mais tarde, na noite do sábado, se viveu a vigília de adoração, um evento massivo com várias apresentações artísticas. E, finalmente, no domingo dia 5 de agosto, a JNJ se concluiu com a missa de encerramento. Contudo, Marco Muñoz, coordenador da Pastoral Juvenil da Conferência Episcopal Equatoriana, explica que a JNJ não se vive somente nos eventos de caráter massivo, mas também nos lares que recebem os jovens do interior.
A JNJ representa, para os jovens equatorianos, o preâmbulo da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que se realizará em janeiro de 2019, no Panamá. A Jornada Nacional é um evento que se realiza com o objetivo de aproximar os jovens equatorianos a um encontro espiritual de alegria e fé, o que se torna uma réplica em escala menor do evento mundial.
“Sabemos que muitos jovens, pelo aspecto econômico, não podem participar destes espaços nas jornadas mundiais e por isso quisemos reproduzir essas expressões no nosso país”, afirma Marco Muñoz.
Essa é a quinta ocasião que o Equador vive um encontro de jovens católicos a nível nacional. A primeira foi em 2008 em Guayaquil, as outras tiveram lugar em Cuenca, Ambato e Manta.