Jovens brasileiras de Santo André (SP) preparam-se para a vivenciar a JMJ

Papa convida à escuta e ao discernimento
outubro 30, 2018
Peregrinos chegarão à JMJ pela força dos ventos!
novembro 29, 2018

Jovens brasileiras de Santo André (SP) preparam-se para a vivenciar a JMJ

Por Jéssica Maia – Signis Brasil Jovem
Criada em 1986 pelo Papa São João Paulo II, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é a maior reunião de jovens católicos do mundo. O encontro de diversas culturas, carismas e expressões da Igreja com o objetivo principal de celebrar a fé e a unidade em Jesus Cristo, é um marco na vida daqueles que vivem este momento. Como costuma dizer, Papa Francisco, “Deus é Jovem” e a Igreja também o é e possui uma força inigualável.
A juventude é convidada a cada vez mais a assumir um protagonismo não só na Igreja como também na sociedade, mostrando que estes não são apenas o futuro e sim o presente. São chamados a assumir e realizar transformações no mundo hoje e agora. Há uma Igreja viva e jovem que anseia pela santidade, anseia por fazer a vontade de Deus e não há melhor oportunidade para ver estes anseios expressos de maneira tão concreta quanto na Jornada Mundial da Juventude.
A próxima edição será realizada no Panamá, de 22 a 27 de janeiro, sob o tema “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38). Faltando apenas quatro meses para o evento, os trabalhos e atividades realizadas por jovens brasileiros com o objetivo de angariar fundos para participar da JMJ, seguem a todo vapor ganhando um ritmo mais intenso nessa fase final.
A JMJ é sobretudo uma experiência de fé! É preciso acreditar e confiar na Providência Divina para enfrentar os desafios que este encontro implica, sendo o primeiro deles a realidade financeira. Afinal, muitos daqueles que participam da Jornada são jovens entre 15 e 29 anos e segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), divulgados em setembro do ano passado, os jovens são os mais afetados com a crise de desemprego que atinge atualmente mais de 13 milhões de brasileiros. E qual a arma de combate dos jovens brasileiros diante da dificuldade financeira? A oração! É com ela que tudo tem início e se transforma.

Preparação espiritual

Não é difícil encontrar pelas paróquias, dioceses e comunidades, grupos de jovens que se reúnem para rezar em prol da JMJ, pedindo o auxílio da Divina Providência para estar neste grande encontro. Foi assim também que começaram os trabalhos na missão de Santo André da Comunidade Católica Shalom.
Curiosamente, o grupo é formado apenas por mulheres e desde o meio do ano elas se reúnem regularmente para rezar não apenas por elas como também por todos os jovens que estarão presentes no Panamá.
O fato da JMJ ter como ponto de reflexão um tema mariano colaborou também para que elas sentissem a presença e cuidado materno da Virgem Maria. “Em uma de nossas orações sentimos muito forte a presença e intercessão de Maria, que nos inspirou a rezar o terço da Divina Providência todos os dias até a Jornada”, afirma Ariane Matos, uma das jovens que compõem o grupo da missão de Santo André da Comunidade Católica Shalom.
A jovem Ariane, que vai participar pela primeira vez de uma JMJ, destaca ainda que a oração foi a chave para todas as ações desenvolvidas pelo grupo em prol da participação das jovens na Jornada Mundial da Juventude. “Nós priorizamos a oração na Comunidade, não fazemos nada sem antes rezar. Por isso, antes de iniciar qualquer trabalho demos prioridade para os momentos de oração e de escuta da vontade de Deus”.
Já Daiane Carvalho revela que ainda hoje traz as fortes recordações de seu encontro com o Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude de 2013, no Rio de Janeiro. “Ficar perto do Papa foi o principal para mim. O que senti quando o vi, suas palavras motivadoras aos jovens e seu semblante ainda não saíram da minha cabeça.” A experiência de oração também foi marcante para a jovem, “ver milhares de pessoas ali em oração é muito emocionante e mesmo nos momentos de descontração é uma sensação inexplicável, pois o ambiente é muito bom. Uma paz e comunhão sem igual”, relembrou.
“Eu quero ver o Cristo nesta terra! Compartilhar da mesma fé com meus irmãos”, esta é a expectativa da jovem Carine Paula Alves, de 26 anos. Recém-chegada na missão Shalom de Santo André, ela logo se deixou contagiar pelo clima de preparação para a JMJ e foi se envolvendo com a organização local. Carine nunca esteve em uma Jornada Mundial da Juventude e apesar de não conseguir explicar o porquê disso, ela tem certo em seu coração o que a impulsiona a participar do evento desta vez, “a vontade de ir é por sentir que o céu pode ser antecipado aqui na Terra. Vendo o Papa eu sei que verei o próprio Jesus”, completa.
No domingo, 30 de setembro, o grupo irá realizar seu primeiro grande evento em prol da Jornada. Uma tarde de churrasco com pagode. Mais do que um evento para arrecadar fundos, as organizadoras esperam que este seja um momento de encontro com outros jovens que vivem a mesma espera e desejam estar no Panamá no próximo ano, partilhando desde já suas experiências.
O local do evento será o Centro de Evangelização da Comunidade Católica Shalom em Santo André que fica na Rua Dom João VI,102, Casa Branca. Mais informações podem ser encontradas nas redes sociais da missão, Facebook e Instagram @ShalomSantoAndré