– 5

– 4
janeiro 17, 2019
– 6
janeiro 15, 2019
Esta será a primeira JMJ que irei. Meu testemunho começa quando minha débil fé começa a balançar e a duvidas de alguns mistérios; naquele momento, sobre Maria: acreditava que bastava Jesus, não havia necessidade de recorrer a ela e, então, pouco a pouco me afastei dela. Uma amiga me convidou para me consagrar a Maria (justo quando estava vivendo este conflito interno), e me dei conta que ela seguia me chamando, mas eu tinha dificuldades de aproximar-me da Mãe amorosa que ela é. Quando li a mensagem do Papa para a próxima JMJ, me dei conta que é Mariana, senti um grande chamado em meu coração para participar, porém me deparei com obstáculos econômicos, com a falta de organização da minha diocese, além dos meus amigos e familiares que me diziam que era impossível (inclusive dentro da Igreja). Compartilhei com meu namorado a inquietação por ir, naquele momento ele não deu muita importância, mas depois seus amigos de MSP o contataram dizendo que tinham vagas para ir à JMJ, perguntando se ele conhecia alguns jovens que gostariam de ir. Ele se juntou a mim, convidamos mais uma amiga e, ao ver a oportunidade, os 3 nos colocamos a trabalhar, fazendo rifas, vendas etc., tendo o apoio de minha paróquia e forania para realizar estas atividades. E com mais um empréstimo, conseguimos juntar o dinheiro (claro que em poucos meses não iríamos chegar a juntar tanto). Graças a Deus e à Virgem Maria já estamos preparando os últimos detalhes para ir escutar o que Deus tem para nos dizer sobre Ele e sobre Sua Mãe, que agora vejo que foi a grande intercessora de tudo isso.
Cristal Arellanes, México