– 8

– 7
janeiro 14, 2019
– 9
janeiro 12, 2019
Meu nome é Yatsury Sáez, tenho 22 anos e sou do Panamá!!
Para mim a JMJ significa muitíssimas coisas, mas a que mais me toca é aceitação de mudanças.
Conheci a Jornada Mundial da Juventude quando um amigo de minha paróquia começou a vender fones de ouvido para ir a Cracóvia 2016, mas honestamente nunca imaginei que isso, hoje, seria parte da minha vida. No dia da missa de envio em Cracóvia, na qual foi anunciada a próxima sede para 2019, o padre da minha paróquia me disse que iríamos à Cúria porque o evento seria transmitido e saberíamos o local da nova sede. No momento em que foi dito “Panamá”, pulei de muita alegria, mas passados dois minutos pensei ‘eu nem sei o que é uma jornada e estou comemorando”.
Por isso comecei a pesquisar e dizia “isso não pode acontecer no meu país, é muito pequeno”. Com o passar do tempo, o Senhor me mostrou que Ele busca os menores para fazer suas melhores obras: um de meus melhores amigos me convidou a participar da organização do evento #PrayForWYD e, em menos de dois meses, acabei trabalhando com o Subdiretor de Operações de Mídia, que organiza toda a área de produção televisiva e atenção a jornalistas. Cabe destacar que sempre sonhei em ser comunicadora, mas nunca pensei que a jornada me levaria a descobrir minha paixão e reconhecer que, na minha pequenez, posso realizar tão grandes coisas para Ele e para todos os jovens do mundo.
Em outubro tive a grandiosa e inesperada oportunidade de conhecer o Papa Francisco - fiquei em choque e não consegui nem falar (enquanto que normalmente sou caracterizada por falar demais) e, não me sentindo nem um pouco merecedora daquilo, sigo aprendendo quão poderosos são os caminhos do Senhor.
A JMJ não é nada mais do que acreditar nos sonhos, além de uma verdadeira experiência de amor e fé!
Yatsury Sáez, Panamá