– 88

– 87
outubro 26, 2018
– 89
outubro 24, 2018
Minha primeira JMJ foi em Cracóvia e minha experiência está ligada ao tema que era “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia” e os dois momentos que me marcaram nessa jornada estavam ligados a isso.
O primeiro foi na pré-jornada, uma tarde pedimos à família que nos acolhia em sua casa, para que nos acompanhassem na oração do terço em polaco e em espanhol – o que me parecia impossível. Contudo, o Senhor se manifesta no impossível: a família aceitou com alegria e, por obra do Espírito Santo, conseguimos oferecer uma lindo terço a nossa Mãe querida do céu, mamãe Maria.
O outro evento também foi na Pré-jornada. Uma manhã um senhor bêbado e desorientado entrou no metrô; de repente, um amigo que estava ao meu lado, sem pensar muito, ajudou o senhor a entrar no metrô e conseguiu um assento para ele. Neste momento, pude ver Cristo vivo nessa atitude misericordiosa do meu irmão de comunidade. Foi isso que marcou a minha vida e o meu serviço. Ser misericordioso como o Pai é misericordioso, como diz o Papa Francisco “Não queremos jovens de sofá”, que buscam sempre a comodidade, mas sim que estejam atentos para servir, como nossa Mãe Maria ajudou a sua prima Isabel, como meu amigo serviu sem se importar com as condições. “Serão reconhecidos por suas ações”.
Fernando Brieño, Panama